Realidade Aumentada abre oportunidades de negócios

Empresas começam a ser atraídas pela Realidade Aumentada em Nuvem para inovar negócios

Aplicada em efeitos especiais de filmes como “Minority Report” e “Matrix” a técnica de Realidade Aumentada (Augmented reality – AR), saltou das telonas para os smartphone e outros dispositivos móveis. Hoje, a tecnologia é utilizada no desenvolvimento de aplicativos para atrair as pessoas não apenas pela indústria de entretenimento. Diversos segmentos da economia estão usando esse recurso para incrementar os negócios.

Um dos exemplos mais recente de uso da Realidade Aumentada foi o App (Aplicativo) móvel Pokémon GO, jogo eletrônico hospedado em Cloud Computing (Computação em Nuvem), se tornou globalmente uma verdadeira febre.

O game para smartphone lançado mundialmente em julho do ano passado e que um mês depois desembarcou no Brasil, foi um dos aplicativos móveis mais baixados em solo nacional e no mercado global. Apesar das críticas recebidas, o App bateu 100 milhões de downloads em apenas três semanas, após seu lançamento.

Atualmente, a Realidade Aumentada está presente em diversas aplicações, além da indústria cinematográfica e de entretenimento. A tecnologia vem sendo testada por empresas do setor automotivo, de saúde, varejo, educação entre outros para levar inovação aos negócios.

Fascínio da Realidade Aumentada

A Realidade Aumentada é uma tecnologia que integra informações do mundo virtual com real. A combinação dos dois ambientes dá uma visão ampliada do que as pessoas estão visualizando na tela dos computadores ou pelos dispositivos móveis, como acontece com as imagens em 3D (três dimensões).

No caso do Pokémon Go, por exemplo, os jogadores conseguem ver os “monstrinhos”, usando a câmera de vídeo do seu smartphone de forma ampliada como se fossem de verdade, com todos os movimentos e oferecendo a melhor experiência aos fãs.

Apoiada no tripé: elementos virtuais com do ambiente real, interativa com processamento em tempo real e a magia de 3D, a Realidade Aumentada vem se tornando um negócio de gente grande.

Estudos da Global Market Insights preveem que a adoção dessa tecnologia deverá registrar uma taxa de crescimento de 80,8% nos próximos oito anos, chegando em 2024 com uma receita de US$ 165 bilhões. Essa expansão será impulsionada principalmente pela crescente demanda na indústria médica e automotiva.

Aplicações da tecnologia

Destacamos a seguir onde você encontrará aplicações com Realidade Virtual.

Sáude – Para mapeamento superficial de veias subcutâneas. A imagem de veias que geralmente são invisíveis ao olho nu são capturadas por câmera infravermelha, processada por um computador e projetada sobre a pele em luz verde. A tecnologias também está apoiando médicos na simulação de salas de cirurgias para tratamento de determinadas doenças.

Indústria automotiva – Está usando a tecnologia para projetar peças de carros em ambiente virtual e fazer simulações iguais às realizadas em fábricas físicas. Com a tecnologia, setor consegue reduzir tempo da prototipagem e lançamentos dos carros.

Varejo – Comércio offline e online e virtual está usando Realidade Aumentada para permitir que consumidores de smartphones consiga por meio de leitura de código visualizar produtos como se fossem reais. Também é possível fazer simulações com uso de produtos, como roupas.

Setor imobiliário – Com a Realidade aumentada, pessoas interessadas em alugar ou comprar um imóvel pode passear pelos cômodos do local e ver o local em 3D decorado da forma que gostaria. O sistema pode aumentar as chances de vendas.

As tecnologias de Realidade Aumentada estão sendo desenvolvidas com plataformas em Cloud Computing, o que deverá impulsionar serviços de IaaS (Infraestrutura como Serviço), SaaS (Software como Serviço) PaaS (Plataforma como Serviço) e outras soluções em Nuvem.

Gostou do artigo? Comente!


Comente o que achou