Cinco dicas de segurança para Cloud Híbrida

Confira cinco recomendações dos especialistas para aumentar a segurança da Cloud Híbrida da sua empresa. Veja aqui as dicas.

O futuro do mercado de TI incluirá soluções de Cloud Híbrida, que mesclam em um sistema único os outros tipos de Cloud Computing (Computação em Nuvem), segundo previsão de analistas de mercado. O potencial de crescimento do ambiente misto se mostra promissor porque as empresas buscam melhor aproveitamento das soluções ofertadas devido a vantagens como agilidade, flexibilidade e segurança.

Com essa tendência, aproveitamos esse post para listar cinco dicas de segurança para que sua empresa possa extrair melhor os benefícios de Cloud Híbrida.

O que é Cloud Híbrida?

Cloud Computing conta com três tipos de Nuvem. Uma delas é a Cloud Pública, oferecida em ambientes compartilhados com outras empresas. Por ser compartilhada, essa modalidade é a que possui preços mais competitivos e é a mais utilizada pelo mercado, inclusive por pequenas e médias empresas (PMEs).

A outra opção é a Nuvem Privada, que funciona em ambiente do próprio cliente, que não precisa ser necessariamente on-premise, ou seja, estar dentro de suas instalações, podendo funcionar em Data Center de terceiros, oferecendo maior flexibilidade. O que diferencia a Nuvem Pública da Nuvem Privada é o nível de controle sobre o ambiente de Cloud Computing. A Nuvem Pública é compartilhada e a Privada é gerenciada pela companhia, sendo que as duas ofertas podem usar Data Centers de fornecedores externos.

A Cloud Híbrida integra em um sistema único as ofertas da modalidade Pública e Privada, permitindo que aplicações menos críticas fiquem armazenadas em sistemas compartilhados e sistemas estratégicos fiquem em ambiente de exclusivo acesso da empresa. Por conseguir reunir todos os serviços em um mesmo lugar, essa rede mista possibilita vantagens como flexibilidade, rapidez e redução de custos, assim como segurança e alta disponibilidade para aplicações críticas.

A Cloud Híbrida permite a contratação de serviços de Cloud conforme a demanda, incluindo IaaS (Infraestrutura como Serviço), SaaS (Software como Serviço) e PaaS (Plataforma como Serviço).

Cinco dicas de segurança para Cloud Híbrida

Listamos a seguir cinco recomendações que devem fazer parte do projeto de Cloud Híbrida para aumentar a segurança:

Bom planejamento inicial

O projeto de Cloud Híbrida deve ser elaborado de acordo com os requisitos de negócios da companhia, considerando aspectos como redundância de sistemas, gestão de riscos e políticas de segurança da informação.

Estratégia de segurança

Antes de tudo, verifique se os dados não estão duplicados entre os diferentes sistemas de Cloud. Adote práticas de compressão para reduzir o tempo de tráfego entre os múltiplos ambientes. Considere o uso da criptografia e mecanismos de proteção para mover informações entre a Nuvem Privada e Pública com foco nas vulnerabilidades.

Redução de riscos

Invista em plataformas de segurança integrada para controlar ameaças virtuais como os sistemas de SIEM (Gerenciamento e Correlação de Eventos de Segurança), que contam com ferramentas para analisar ocorrências em tempo real e monitorar as ações do usuário, além de atividades do cibercrime.

Proteção de dados em Nuvem

Sua companhia pode projetar a Cloud Híbrida com ofertas de segurança em Nuvem. Além de SIEM, existem muitas soluções para proteção de dados oferecidas no modelo de serviços como criptografia, backup online, site de recuperação de desastre e aplicação Anti-DDoS (Denial Of Service) para identificar potenciais ataques.

Conscientização dos usuários

Faça um trabalho de conscientização com usuários para que saibam dos riscos para os negócios quando as políticas de segurança não são colocadas em prática. Além disso, utilize mecanismos seguros para autenticação dos usuários no acesso aos serviços em Nuvem. Uma dica é a adesão das tecnologias de gerenciamento de identidade e a autenticação de múltiplos fatores para que as senhas sejam fortes e difíceis de serem quebradas.

Gostou do artigo? Comente!


Comente o que achou