Vantagem do suporte remoto de TI em Nuvem

Um dos benefícios da migração para Nuvem é o suporte remoto com custos menores que os da TI tradicional

A transferência de modelos tradicionais para Cloud Computing (Computação em Nuvem) possibilita o suporte remoto, reduzindo custos operacionais das empresas. Uma das vantagens da migração é que equipes que atuam internamente se libertam das preocupações do dia a dia para focar mais nas estratégias do negócio.

Com a TI se tornando cada vez mais estratégica para as empresas, a infraestrutura que suporta os sistemas de negócios está mais complexa. O novo cenário desafia os Chief Information Officer (CIOs) a manterem o ambiente atual funcionando com qualidade de serviço e atender com rapidez as demandas da Era Digital.

A pressão do mercado por mais agilidade e para aumento de competitividade exige uma TI flexível e com elasticidade para acompanhar o ritmo dos negócios. No mundo conectado, muitas das aplicações precisam ficar 24 horas no ar, fazer transações em tempo real e permitir acesso a parceiros e clientes pelos mais diversos dispositivos.

Porém, muitos dos gestores passam mais da metade do tempo cuidando da manutenção e operação dos ambientes de TI, tendo pouco espaço em suas agendas para a definição de estratégias de negócios que gerem inovação.

O caminho que o mercado está apontando para aliviar as dores atuais da TI é apoiar-se em Cloud Computing. A modalidade de consumo dos recursos de tecnologia por uso oferece a possibilidade de aumentar o valor da área com redução de custos e de investimentos na implementação de novas soluções.

Um dos ganhos imediatos com o uso dos recursos de TI em Nuvem é a queda de despesas operacionais com manutenção dos sistemas e atendimento aos usuários corporativos.

Os custos com equipes de suporte remoto dos serviços em Nuvem são bem menores do que os gastos com os times dedicados a TI tradicional

Vantagem do suporte remoto pela Nuvem

O funcionamento da TI dentro das empresas exige presença de profissionais especializados no suporte de hardware e software. Esse time tem a responsabilidade de manter os sistemas funcionando com atualizações, segurança e bom desempenho.

A migração para a Nuvem permite o suporte remoto para aos sistemas hospedados em Data Center de provedores. Esse serviço pode ser efetuado por meio de ferramentas baseadas na Web ou por agentes.

Atualmente, os fornecedores oferecem monitoramento online com uso de painéis que informam o funcionamento de servidores ou aplicações em Nuvem, sem exigir a presença do cliente.

O suporte remoto pode incluir serviços em Cloud como IaaS (Infraestrutura como Serviço), SaaS (Software como Serviço), PaaS (Plataforma como Serviço), DRaaS (Recuperação de Desastre como Serviço) ou outras soluções.

No caso de servidores virtuais, por exemplo, o suporte remoto vai acompanhar o funcionamento da máquina e sistemas operacionais e outros recursos, sinalizando qualquer ocorrência.

Assim, as equipes de TI internas podem direcionar atenções para soluções inovadoras que atendam as estratégias de crescimento da empresa, transferindo para a Nuvem atividades que não estão ligadas diretamente aos negócios.

Gostou do artigo? Comente!


Comente o que achou