Infraestrutura como código facilita trabalho das equipes de TI

Infraestrutura como código é um serviço fornecido pela Cloud Computing para automação de rotinas do ambiente de TI

A automação de processos é uma das estratégias que podem ser adotadas pela Tecnologia da Informação (TI) para eliminar gargalo das entregas aos negócios. Uma abordagem nessa área que vem agradando aos times de programadores, desenvolvedores e administradores de sistemas é a Infrastructure as Code (IaC) ou Infraestrutura como Código, técnica aplicada para aprimorar a gestão dos sistemas corporativos.

Infraestrutura como Código é um serviço oferecido pela Cloud Computing (Computação em Nuvem) para facilitar o trabalho dos times de DevOps (Desenvolvedores e Operação). É uma solução para livrar esses profissionais de tarefas enfadonhas do cotidiano realizadas manualmente. Além tomarem muito tempo, esses processos estão sujeitos a erros e podem colocar as operações em risco.

Também conhecida como infraestrutura programável, a IaC permite escrever código de forma simplificada para gerenciar configurações e automatizar o provisionamento dos recursos de TI bem como as implementações.

A abordagem vai além da escrita de scripts. Os times de DevOps podem usar IaC para colocar em prática medidas do desenvolvimento ágil de software testadas e comprovadas. Eles podem escrever códigos para gerenciar processos e automatizá-los, podendo replicá-los várias vezes.

Ganhos com a infraestrutura como código

A Infraestrutura como Código segue a tendência das tecnologias SDN (Software Defined Network) ou rede definida por software, que automatiza operações, eliminando a necessidade de configurações manuais de equipamentos do ambiente de TI.

O modelo possibilita criar blocos de recursos de TI rapidamente, padronizar recursos, facilita mudanças e testes de código antes de entrar em produção.

Imagine que uma empresa de TI precisa montar um sistema de Disaster Recovery, se já existir blocos de recursos construídos e parametrizados, não é necessário partir do zero. Isso significa redução de tempo do projeto e também de custos.

O novo serviço agiliza a repetição de tarefas do dia a dia no ambiente de TI, diminui a incidência de erros e permite agendamento de vários processos. Um exemplo disso é determinar datas para o backup de determinada aplicação de forma automática.

O sistema de IaC facilita também o trabalho dos desenvolvedores de software. Antigamente, quando precisavam produzir uma nova aplicação eles pediam máquinas para o departamento de infraestrutura e o atendimento podia demorar vários dias. Hoje em Cloud Computing, a liberação de máquinas virtuais é rápida.

Além disso, os desenvolvedores podem construir suas aplicações com mais velocidade, testar e entregar às áreas de negócios com mais qualidade. Ou seja, como menos erros.

O estudo da consultoria Forrester indicam que a abordagem IaC aumenta a produtividade dos desenvolvedores. O sistema estimula a colaboração entre esses profissionais e os de operação, fazendo com que as aplicações sejam liberadas em menos tempo.

Colocar aplicativos sem bugs (erros) no mercado é algo imprescindível para as empresas, principalmente para atendimento da grande demanda pelos usuários dispositivos móveis.

Assim, essa solução entregue pelas plataformas em Cloud Computing pode ser uma estratégia para TI reduzir custos, ganhar mais dinamismo e atender as exigências das áreas de negócios.

Gostou do artigo? Comente!


Comente o que achou