Como será o escritório do futuro com Cloud Computing

Escritório do futuro estará em Nuvem para permitir que as pessoas trabalhem nas sedes físicas ou em qualquer lugar

Ambientes descontraídos, com mobiliários que lembram a sala de estar de casa para promover a criatividade e colaboração. Porém, equipados com as mais modernas tecnologias, incluindo dispositivos móveis e diversas aplicações em Cloud Computing (Computação em Nuvem). O layout desenhado por arquitetos e cientistas de Tecnologia da Informação (TI) é para acomodar o escritório do futuro nas organizações.

Os locais de trabalho nas companhias passam por grandes transformações e vão se tornar extensão do escritório virtual, que funcionará anywhere, ou seja, em qualquer lugar. Agora, as estações de trabalho serão móveis e poderão ser carregadas até no bolso, em smartphone ou tablet.

Para oferecer essa maleabilidade, o escritório do futuro será construído em plataformas de Cloud Computing. Todas as aplicações que os funcionários acessam na sede física da companhia ficarão em Nuvem, armazenadas conforme as políticas de segurança da empresa.

Essas características dão aos novos espaços de trabalho outras nomenclaturas como “workspace of the future” e “new workspace”. Independente do nome, o conceito do escritório do futuro é o mesmo. Seu objetivo é oferecer locais para os funcionários desenvolverem suas atividades com produtividade, conforto onde quer que estejam e com mais flexibilidade.

Por isso, o escritório do futuro está sendo projetado com tecnologias emergentes que rompem as barreiras físicas e cada vez mais integrado com vida pessoal e profissional.

Em seu livro “The 2020 Workplace”, Jeanne Meister, sócia e fundadora da Future Workplace, consultoria dedicada a ajudar as organizações na adequação do escritório do futuro, destaca a importância de as companhias se reinventarem para transformar os ambientes de trabalho com inovação.

A executiva norte-americana diz que a reorganização é necessária para atender principalmente os talentos da geração Y, que estão chegando às companhias. Chamados de “nativos digitais”, os jovens profissionais têm comportamentos e visões muito diferentes das gerações anteriores. Eles dominam tecnologias, são mais produtivos e gostam de trabalhar com mais flexibilidade. Esse quesito é levado em conta na hora que buscam novas oportunidades no mercado.

A revolução digital que está alterando completamente o layout dos escritórios das empresas. Uma das grandes mudanças é a redução do espaço físico. Com o crescimento do trabalho remoto, as empresas tendem a investir menos em unidades físicas. Algumas atividades poderão ser executadas em qualquer lugar.

Dependendo da função que ocupa, o empregado poderá fazer suas tarefas de casa e comparecer ao escritório físico em determinados dias conforme a política de teletrabalho estabelecida pela companhia.

Tendências para escritório do futuro

Para que você fique por dentro das tendências para escritório do futuro conectado, destacamos algumas transformações nos locais de trabalho. Algumas já estão sendo praticadas por algumas organizações como as listadas no ranking das “Melhores empresas para se trabalhar”, elaborado pela consultoria norte-americana Great Place to Work (GPTW).

Escritório sem papel

Os espaços para trabalho terão design moderno com mesas limpas e sem papel com o processo de digitalização de documentos. Boa parte dos arquivos ficará guardada na Nuvem. A exceção são as companhias regidas por órgãos reguladores como as de setores da saúde e financeiro, que precisam seguir determinadas regras no armazenamento de documentos para garantia da privacidade de dados confidenciais.

Espaços menores de trabalho

À medida que mais empresas aderem ao trabalho remoto, diminui a quantidade de cadeiras e mesas nos escritórios físicos. Um mesmo ponto de trabalho passa a ser compartilhado por mais de um funcionário. Os tradicionais PCs dão lugar a notebooks, tablets e outros dispositivos móveis, que além serem instalados em qualquer lugar pelas redes cabeadas ou Wi-Fi, podem ser usados por mais usuários com perfis diferentes.

Design mais descontraído e aconchegante

Espaços de trabalho mais sustentáveis estão sendo montados ao ar livre para aproveitar a luz natural e estimular a criatividade durante as reuniões colaborativas. Internamente, destacam-se locais com mobiliário e cafés que mais lembram a sala de estar de casa. Há sofás e cadeiras confortáveis com conexão Wi-Fi para pequenas reuniões ou momentos de descanso para aliviar o estresse. Algumas empresas estão integrando a esses ambientes com atividades de lazer, com jogos, música e academias para bem-estar, com lema “Trabalhe Melhor. Viva Melhor”.

Flexibilidade de trabalho

O trabalho com jornadas definidas está mudando com as novas tecnologias. Muitas empresas estão tentando se adequar às novas tendências com escritórios do futuro mais ágeis que suportam uma variedade de estilos de trabalho. A proposta é oferecer horários mais flexíveis. O controle de produtividade será por meio de ferramentas, muitas delas contratadas em Nuvem para distribuição de tarefas e acompanhamento dos cronogramas de trabalho.

Ambiente de colaboração

Em meio às novas tecnologias, o escritório do futuro terá mais o papel de ser um ambiente de colaboração. As pessoas vão trabalhar distribuídas geograficamente e terão locais para encontros face to face quando for necessário. Nesse caso, algumas companhias vão optar por coworking, espaços compartilhados para trabalho ou reuniões presenciais. Esse é o caminho que vem sendo trilhado por startups (empresas recém-criadas), que nascem em plataformas digitais com serviços em Nuvem e não possuem unidades físicas.

Gostou do artigo? Comente!


Comente o que achou