Cresce a procura por OpenStack para projetos em Nuvem

Negócios com Openstack, gerenciador de infraestrutura em Nuvem devem aumentar 35% ao ano, até 2020

Os projetos baseados em OpenStack, software OpenSource (de código aberto) estão em curva de ascensão em empresas de diversos segmentos da economia. É o que revela um estudo da consultoria 451 Research, que projeta que os negócios com a tecnologia vão saltar de US$ 1,2 bilhão em 2015 para US$ 5,7 bilhões em 2020, com taxa anual de aumento de 35%, acelerados pelo interesse das organizações em Cloud Computing (Computação em Nuvem).

Para 2017, os negócios com OpenStack deverão movimentar US$ 2,5 bilhões, com participação em mais de 70% das implementações dos projetos de infraestrutura em Cloud Computing, segundo dados do levantamento da 451 Research.

Considerado um dos motores da Nuvem, o OpenStack é um gerenciador dos componentes de IaaS (Infraestrutura como Serviço) com operação em larga escala. A plataforma foi lançada no mercado em 2010 para controlar máquinas virtuais, rede, armazenamento e todos os recursos disponíveis nesse ambiente. Com essa capacidade, a tecnologia de código aberto é chamada de Sistema Operacional da Cloud Computing.

O OpenStack é um grande orquestrador de serviços em Cloud Pública e Privada. Sua responsabilidade é administrar as necessidades dos recursos de TI, autorizações das ferramentas, entregas com escalabilidade e fazer a interação com os hypervisors, ou administradores de máquinas virtuais suportados por IaaS.

Preferência das empresas por OpenStack

Entre as empresas entrevistadas pela 451 Research, 66% informaram que estão aderindo ao OpenStack para suportar cargas de trabalho de missão críticas para seus negócios, sinalizando que a tecnologia vai além dos projetos de desenvolvimento de aplicações.

Entre esses projetos que estão sendo implementados com a plataforma OpenStack, as organizações citaram iniciativas na área de mobilidade, Big Data (uso de ferramentas para tratamento de dados com inteligência) e Internet das Coisas (IoT).

Questionadas sobre as razões para uso da plataforma de código aberto, três quartos das companhias participantes do estudo disseram que escolheram a tecnologia para aumentar a eficiência operacional e a velocidade na implementação de aplicativos.

A pesquisa também mostra que o OpenStack não é mais privilégio apenas das grandes corporações. De acordo com estudo, 65% das implementações que estão sendo realizadas são em companhias que empregam entre mil e 10 mil funcionários. Os outros 35% restantes alcançam negócios de médio porte, tornando o gerenciador de IaaS mais acessível.

Outra conclusão é que 55% dos usuários de OpenStack estão utilizando a tecnologia em projetos de contêiner com ferramentas Docker, plataforma OpenSource concebida para desenvolvedores e administradores de sistemas tornando mais rápida a criação, implantação, gerenciamento e execução de aplicações distribuídas. O sistema Docker é uma alternativa ao modelo tradicional de virtualização por máquina virtual baseada em hyperVisor.

Confira abaixo um infográfico sobre a expansão do OpenStack traçado pela consultoria 451 Research até 2020.

projecoes-de-crescimento-de-openstack

Gostou do artigo? Comente!

 


Comente o que achou